A A A

Fé Prática na Divina Providência

Fé Prática na Divina Providência

 

OLHO DO PAI

Identifica-se, em geral, o Movimento de Schoenstatt por seu caráter mariano. No entanto, o mais profundo de sua espiritualidade se expressa por um acentuado “patrocentrismo”, derivado justamente de seu caráter mariano. Maria é a filha amada do Pai e a Mãe que conduz seus filhos a viver intensamente a filiação recebida em Cristo e, por isso, a um relacionamento filial com Deus Pai. A relação com Deus Pai é o núcleo da vida com Cristo, que veio para nos anunciar o Pai. Mas também, é o núcleo da vida de Ma­ria, que só procurou cumprir a vontade do Pai.

A Fé Prática na Divina Providência, que se tornou para o Pe. Kentenich, a fonte de reconhecimento da vontade de Deus, respeitante a sua fundação. Ele sempre procurou descobrir os acenos de Deus e procurou segui-los. Por isso, afirmamos com razão: Schoenstatt é obra da Divina Providência. O Pe. Kentenich, ao destacar sua visão patrocêntrica da história da salva­ção, quis abrir caminhos para uma vivência da fé na vida cotidia­na, que permita ao homem estabelecer uma relação filial, cálida e pessoal, com Deus Pai.

Sobre Divina Providência, no sentido restrito, compreen­de-se o eterno plano divino do mundo, respeitante à ordem das coisas e ao seu fim, o governo do mundo. Tudo o que existe no universo está inserido num grande plano e orientado a um fim bem determinado. Nada e ninguém existe por acaso; nada e ninguém está a mais. Deus criou a todos, com infinito amor, como seres únicos e irrepetíveis. E, depois de havê-los criado, Ele os conserva e dirige. Nada lhe é por demais insignificantes.

Deste modo, acreditar na Divina Providência é crer que “desde toda a eternidade, com amor, sabedoria e oni­potência, Deus traçou o grande plano do mundo e tam­bém o plano de minha pequena vida. E, com amor, sa­bedoria e onipotência, Ele realiza o pequeno plano de nossa vida até seus mínimos detalhes, mas sempre em dependência de nossa livre vontade” (Pe. Kentenich ).

Em Aliança de Amor com Maria, a fé na Divina Providência faz com que diariamente se procure descobrir os planos de Deus, por meio de fatos, pessoas, da natureza, a fim de colaborar com o seus planos para a edificação do mundo novo.

Referência Bibliográfica:

A Mensagem da Fé Prática na Divina Providência, Série Schoenstatt 2