A A A

Liga de Mães de Schoenstatt

Liga de Mães de Schoenstatt

liga das maes sudesteHistórico

A Liga das Mães pertence ao Movimento Apostólico de Schoenstatt, fundado pelo Padre José Kentenich, em 18 de outubro de 1914, na Alemanha.

Aqui no Brasil a Liga das Mães teve seu inicio em 20 de agosto de 1947, na cidade de Londrina, no Paraná, com um grupo de 13 mães, assessorado pela Ir. M. Teresinha Gobbo, responsável pelo Movimento na época.

Graças a este inicio abençoado, hoje a Liga das Mães se encontra em muitas cidades e estados do nosso Brasil.

Ideal

A Liga das Mães, bem como outros ramos em Schoenstatt, tem um ideal que a norteia, conduz a uma caminhada dentro do Movimento.

O ideal da Liga das Mães foi dado pelo próprio Fundador, Pe. José Kentenich, que diz:

“Qual é nosso Ideal? Vemo-lo aqui simbolizado pela Custódia. Quem e qual é nosso Ideal? A Mãe de Deus como Custódia. Pura e íntegra Custódia santa. Quem é a pura e íntegra Custódia Santa, que carregou Cristo, o Senhor? É a Mãe de Deus, a nossa Padroeira. É a Mãe de Deus, nossa Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt” (O Fundador nos fala I – pág. 177 – Padre José Kentenich, 1966).

Este é o nosso ideal: Custódia Viva! A Mãe de Deus é o modelo mais perfeito ao qual seguimos e no qual nos espelhamos, ela é a Custódia Viva por excelência! Assim, queremos por nosso ser, viver e agir levar Cristo a todos os corações.

liga das maesMissão

Missão é o caminho que percorremos para alcançarmos o ideal. Se o Ideal é ser Custódia Viva, a missão é como alcançar isso. Como Liga das Mães, recebemos de Deus a missão de ser: genitora, portadora e servidora de Cristo.

Genitora de Cristo
Com o SIM de Maria, na Anunciação, o grande, o maior acontecimento da história do mundo se tornou realidade, ela gera o Salvador da Humanidade: o Verbo se fez carne e habitou no meio de nós. Também somos chamadas a gerar Cristo em nós e em nossa família. Isto se dá por graça e atuação do Espírito Santo, na medida em que abrimos o nosso coração para a graça divina, em especial na santa Comunhão, quando podemos receber Cristo Eucarístico.

Portadora de Cristo
“Ao visitar sua prima Isabel, Maria o faz como Portadora de Cristo. Onde quer que Ela passe, onde coloca seus pés, por toda parte, Ela é a Custódia Santa, a Portadora de Cristo. Assim como a Custódia sustenta a Cristo e, por meio dela, Cristo é levado por toda a parte; e a partir dela, Cristo abençoa e derrama suas graças a todos os homens. O mesmo acontece com a Mãe de Deus, na casa de sua prima Isabel. Ela entra nesta casa e o que acontece? Prodígios da graça, sim, um milagre da graça após outro, e isto em grande dimensão” (O Fundador nos fala I – pág. 180 – Padre José Kentenich, 1966). Também nós queremos levar Cristo a todas as pessoas especialmente a nossa família, por meio de nosso ser, agir, por nossas orações e de modo particular por nosso testemunho de vida.

Servidora de Cristo
“Eis aqui a Serva do Senhor!” (Lc 1,38) foi a resposta que Maria deu ao mensageiro divino, o Anjo Gabriel. Maria se coloca a serviço de Deus e imediatamente se põe a caminho, pelas montanhas da Judeia, para servir sua prima Isabel que estava grávida. Maria pode se alegrar por sua missão. Também nossa felicidade consiste em nos abrir para Deus e assumir a atitude de serviço, lembrando-se das palavras de Jesus: “Eu vim para servir e não para ser servido.” (Mc 10,45)

Estilo de Vida

Através de um estilo de vida mariano buscam aprimorar sua vida de mãe e esposa baseado na espiritualidade de Schoenstatt, especialmente através da vivência da Aliança de Amor.

Atividades
Uma das principais atividades é o apostolado dentro da própria Família, ampliando-se a Paróquia, ambiente profissional e vida social. Atuam como nas paroquias nas mais variadas pastorais, e acima de tudo são presença muito atuante junto ao Santuário e no Movimento de Schoenstatt nos seus mais variados apostolados.

Símbolo

O que expressa simbolicamente nosso ideal Custódia Viva, é a própria custódia.
Custódia é também conhecida como ostensório, é sinônimo do objeto litúrgico de ouro ou prata em que se expõe a Hóstia consagrada. A Liga das Mães tem como seu símbolo a Custódia e foi elaborado um modelo próprio para o Ramo com grandes significados. Cada país elaborou o seu modelo de Custódia.

Finalidades

A Liga das Mães quer formar em nós personalidades marianas, pelo nosso ser, agir e falar! Para podermos viver o ideal que Deus confiou a nós: ser uma pequena Maria no meio do mundo. Nossas reuniões e encontros são uma verdadeira escola, uma Escola de Maria, na qual Ela é a nossa grande Mestra e Educadora e nós queremos ser seus pequenos instrumentos para ajudar na construção de um mundo novo.

Contato:

Sul: Ir. M. Angela Zam, e-mail: ir.angelazam@yahoo.com.br

Sudeste: Ir. Mariane Galina, e-mail: ir.mariane@bol.com.br, fone: (16) 3335-3899