A A A

União Apostólica Feminina de Schoenstatt

União Apostólica Feminina de Schoenstatt

Clique para entrar no site da União Feminina

 

uniao feminina comunidade

Livre por amor! Fiel em liberdade!

A Obra Internacional de Schoenstatt tem uma estrutura formada por várias comunidades independentes umas das outras. O que as une é a Aliança de Amor com a Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt, o mesmo fundador – Pe. José Kentenich, a espiritualidade e o objetivo da renovação religiosa–moral do mundo.

Vida consagrada no meio do mundo

A União Apostólica Feminina de Schoenstatt é uma comunidade da Obra Internacional de Schoenstatt, composta de mulheres católicas solteiras que, como leigas, exercem sua profissão e vivem no meio do mundo, segundo os conselhos evangélicos: pobreza, obediência e castidade.

Missão

A missão específica da União Feminina é a formação da personalidade cristã responsável, que, a exemplo de Maria, vive a sua vocação dando testemunho da liberdade dos filhos de Deus, segundo o caminho da imitação de Cristo.

Fundação

A comunidade surgiu em torno do Santuário da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt e nele tem a sua fonte de graças e bênçãos.

Sua Fundação aconteceu a 8 de dezembro de 1920, ocasião em que Gertraud von Bullion consagrou sua vida a Deus, por meio da Aliança de Amor com a Mãe Três Vezes Admirável.

Gertraud von Bullion foi uma condessa, dotada de grande talento musical e com capacidade de liderança; participava na vida social de sua época, apreciava teatro e concertos, jogava tênis e gostava de viajar. Contudo, decidiu-se pelo servir e optou pela vida consagrada a Deus, no meio do mundo, no espírito dos Conselhos Evangélicos.

Como enfermeira da Cruz Vermelha, em 1917, fez seus primeiros contatos com o Movimento Apostólico de Schoenstatt, ao conhecer os primeiros Congregados de Schoenstatt que foram convocados para a guerra (I Grande Guerra Mundial). Por meio deles, tomou conhecimento da Aliança de Amor com a Mãe Três Vezes Admirável e, assim, o objetivo de Schoenstatt de empenhar-se na “renovação religiosa-moral do mundo” tocou-a profundamente. Gertraud von Bullion foi quem abriu as portas para o ingresso das mulheres no Movimento, tornando-se cofundadora da coluna feminina.

Enquanto dedicou todas as suas forças, como enfermeira, aos feridos e doentes nos campos de batalha, contraiu tuberculose. No final de sua vida, debilitada fisicamente, ofereceu, em silêncio, seu sofrimento e sua dor para o pleno florescimento da Obra. Morreu em 11 de junho de 1930, depois de ter vivido uma vida de sofrimento e santidade, deixando-nos seu maior legado: Servir! Em Gertraud von Bullion encontramos um profundo testemunho de fé e vida – uma mulher que personificou a moderna forma de santidade na vida diária.

 Símbolo

O símbolo da União Feminina traz duas mãos entrelaçadas, uma maior e outra menor, que se seguram mutuamente. A mão maior representa aquela que “vem do alto”, pode ser a mão de Deus, de Maria, do Pai e Fundador, mas, em primeiro plano, representa a mão de Deus. E a mão pequena simboliza cada unionista, que se estende para o alto. Nesse símbolo percebe-se que a mão menor apenas se estende, quem segura e sustenta é aquela que vem de cima. Assim explica o Fundador:

“Duas mãos entrelaçadas… O que simbolizam estas duas mãos? A Aliança de Amor!

Que mãos são? Minhas mãos, Nossas mãos …

Imaginem agora: mão da Mãe de Deus, mão do Salvador, mão de Deus Trino” (Pe. José Kentenich)

Forma de vida

As candidatas à União costumam incorporar-se a um Curso, integrado por todas as que iniciam juntas sua formação. A incorporação à comunidade dá-se pela consagração à Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt. Esta consagração, porém, possui somente um caráter ascético e não implica em nenhum vínculo jurídico.

Os membros da União Feminina vivem em suas casas particulares e trabalham em suas profissões, procurando, aí mesmo, viver sua fé. Regularmente reúnem-se a fim de realizarem jornadas de formação, encontros comunitários ou exercícios espirituais.

A Comunidade cultiva um especial amor ao Espírito Santo, pois depende dele para realizar a sua missão. Somente com seu auxílio, ela pode ser luz e ajudar na renovação religiosa e moral do mundo.

Apostolado

A União Feminina exerce seu apostolado em todos os âmbitos, na profissão, na família, na Obra de Schoenstatt, na comunidade paroquial. Contudo, o apostolado por excelência é o apostolado do ser, de seu modo de agir

Desenvolvimento

A Comunidade da União Apostólica Feminina de Schoenstatt está presente nos seguintes países: Alemanha, Suíça, República Checa, Polônia, Áustria, Portugal, Argentina, Paraguai, Porto Rico e Brasil. Neste, atualmente, é constituída por oito cursos nos Estados de São Paulo, Distrito Federal, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul.

 Contato

Para aqueles que desejarem maiores informações, favor entrar em contato com:

Sandra Regina Féres
Dirigente da Região Brasil/Porto Rico Av. São Paulo, 2021 – Bairro Carmo
Araraquara/SP – CEP 14.801-060
Fone: (16) 3336-4221 ou (16) 9712-3642
e-mail: sandra@progresso.org.br